AppleNotíciassmartphones

Qualcomm pede banimentos em iPhones e iPads nos EUA

Qualcomm iPhone da Apple iPad

Qualcomm ed Apple eles não parecem querer enterrar o machado de guerra. A fabricante de chips dos EUA, de fato, teria pedido a proibição de vendas di iPhone e iPad em território norte-americano devido a algumas patentes violadas pela empresa de Cupertino.

Qualcomm teria recorrido à ITC - Comissão de Comércio Internacional - para solicitar o proibição do território dos EUA do iPhone e iPad e teria exposto uma nova queixa contra Apple no distrito sul da Califórnia. De acordo com a fabricante de chips, de fato, Apple estaria quebrando patentes 6 de propriedade do fabricante que envolveria a agregação de operadoras e tecnologias projetadas para permitir que os smartphones economizem energia durante a comunicação. As patentes em questão foram reconhecidas como Qualcomm entre 2013 e 2017 e não são licenciados ou fornecidos a terceiros e também estão no centro da batalha sobre royalties com Apple.

Qualcomm pede banimentos em iPhones e iPads nos EUA

Qualcomm ele teria perguntadoespecificamente para bloquear as vendas de todos os iPhones equipados com chips LTE isso, como iPhone 7 e 7 iPhone Além disso, da AT & T e T-Mobile. Em uma entrevista, o advogado de Qualcomm - Don Rosenger, se você estiver interessado - ele teria declarado que seu cliente está afirmando as propriedades intelectuais que possui, defendendo assim sua própria tecnologia.

Qualcomm iPhone da Apple iPad

Don Rosenberg, conselheiro geral da Qualcomm, disse em uma entrevista: “Se a Apple estivesse disposta a licenciar e a Apple fosse outra pessoa, ele não estaria processando essas patentes. "Mas eles nos colocaram em uma posição, nos deram todas as leis que eles nos trouxeram ao mundo, simplesmente para nos defender, mas para tomarmos alguma ação afirmativa nós mesmos."

Contudo, como indicado no relatório apresentado ao ITC, o pedido de Qualcomm seria realizado a partir do 2018, não colocando nenhum limite, até esta data, para a comercialização de iPhone 8 saindo em setembro próximo.

Você também pode estar interessado em:

O iPhone 8 não terá o leitor de impressões digitais integrado no monitor

A controvérsia entre Apple e Qualcomm começou em janeiro passado, quando a Comissão Federal de Comércio (FTC - Federal Trade Commission) chamou a fabricante de chips de volta por práticas anticompetitivas de licenciamento de patentes. A empresa de Cupertino teria, portanto, citado sua contrapartida de 1 bilhões de dólares em danos e alegando que não estava disposto a pagar royalties futuros devido a "uma tecnologia que não tem nada a ver com o celular".

Qualcomm Ele recebeu sua resposta em abril passado, acusando a outra parte de violar os contratos de licença com declarações falsas e encorajando ataques contra a marca, mesmo por terceiros, a fim de não pagar os royalties devidos. Desde então, as duas empresas lutam sem exceção por tiros. Na verdade, parece que, por esse motivo, o próximo iPhone 8 pode não ter conectividade 5G.


Não perca nenhuma novidade, oferta ou resenha publicada em nosso site! Siga-nos nas redes sociais para se manter atualizado em tempo real graças a:

Canal de Ofertas , Canal de notícias, Grupo de telegramas, página no Facebook, Canal do youtube e Fórum.