malwares

Google Play Store: atenção aos aplicativos que minam as criptomoedas

De acordo com o relatado por Trend Micro, empresa especializada em cibersegurança, o Play Store di google hospedaria alguns aplicativos que não são recomendados. Dentro disto haveria um malware que usa o dispositivo da vítima azarada para realizar operações de mineração di criptomoeda.

A Google Play Store hospeda alguns aplicativos de mineração de criptomoeda

Bitcoin-logo-criptovalute

Isso certamente não é uma coisa agradável, especialmente se você acha que certos aplicativos podem realmente estar ao alcance de todos. Em alguns aplicativos - você pode encontrá-lo na galeria abaixo - foi encontrado malware (ANDROIDOS_JSMINER e ANDROIDOS_CPUMINER) que usam um JavaScript dinâmico para evitar serem detectados. A peculiaridade é usar o dispositivo infectado para minar criptomoeda.

Na realidade, não é a primeira vez que tal situação ocorre; há alguns anos o malware foi encontrado ANDROIDOS_KAGECOIN, também visando mineração de moedas digitais.

Apps perigosos na Play Store: como se proteger?

O malware geralmente está presente em aplicativos aparentemente inofensivos. Entre os incriminados neste caso, há um que recita o Rosário. Depois de instalados e abertos, os aplicativos carregam o código JavaScript Coinhive e começar a solapar no fundo.

A única maneira de se proteger dessas aplicações perigosas é seguir as diretrizes de google e aos sistemas de segurança do Play Store. Mas acima de tudo, o senso comum é importante. O conselho fundamental é nunca instalar aplicativos de desenvolvedores completamente desconhecidos.


Não perca nenhuma novidade, oferta ou resenha publicada em nosso site! Siga-nos nas redes sociais para se manter atualizado em tempo real graças a:

Canal de Ofertas , Canal de notícias, Grupo de telegramas, página no Facebook, Canal do youtube e Fórum.

Mais notícias
samsung galaxy s11 + onleaks
O Samsung Galaxy S11 pode ser usado para criar vídeos profissionais