Apple

Apple desacelera iPhones: novo maxi-fine na França

Algum tempo atrás, havia um banco entre as notícias tecnológicas Apple quem foi acusado de abrandar iPhones com atualizações para as versões mais recentes do iOS. Uma acusação justificada com o desejo de "castrar" as CPUs e impedir que as baterias dos modelos antigos se desgastem demais, com reembolsos consequentes. Essa justificativa foi tomada com o consentimento morno e não faltaram sanções contra a empresa Cupertino. Como hoje, com as autoridades da França que decidiu ligar para um maxi-fino de bem- 25 milhões contra a Apple.

A acusação de desacelerar o iPhone é aceita na França

Aqui está o que foi declarado pelo organismo francês:

"Após uma investigação da Direção-Geral da Concorrência, Consumo e Repressão à Fraude (DGCCRF) e após o acordo do promotor de Paris, o grupo Apple concordou em pagar uma multa de € 25 milhões no contexto de operação ilegal.

Depois que o Ministério Público de Paris investigou a queixa contra a Apple em 5 de janeiro de 2018, o DGCCRF mostrou que os proprietários do "iPhone" não foram informados de que a instalação das atualizações do sistema operacional iOS 10.2.1 e 11.2 teria abrandado o seu dispositivo.

Essas atualizações, lançadas durante o 2017, incluiu gerenciamento dinâmico de energia que, sob certas condições e principalmente quando as baterias estavam descarregadas, poderia retardar a operação de ‌iPhone6modelos SE e 7."


Não perca nenhuma novidade, oferta ou resenha publicada em nosso site! Siga-nos nas redes sociais para se manter atualizado em tempo real graças a:

Canal de Ofertas , Canal de notícias, Grupo de telegramas, página no Facebook, Canal do youtube e Fórum.

Fonte:
Mais notícias
SAMSUNG GALAXY NOTE 20: MELHORES COBERTURAS, FILMES E ACESSÓRIOS